Ao ouvir rádio cristã, mulher abandona homossexualidade

De volta à igreja há 4 anos, Sarah Sedgwick trabalha para levar fé e esperança para pessoas com histórico semelhante ao seu.

Sarah Sedgwick (Foto: Reprodução/The Christian Institute)

Sarah Sedgwick cresceu em família cristã, mas na vida adulta tornou-se lésbica, vivendo com uma parceira. Há quatro anos, porém, sua vida mudou e ela deixou a homossexualidade quando passou a ouvir uma estação de rádio com programação cristã.

Sarah explica que deixou o relacionamento homossexual depois de voltar à igreja da qual estava afastada.

Assine o Blesss

Em seu testemunhado, compartilhado em um vídeo do Christian Institute, Sarah conta que a música e o programa de ensino que ela ouviu no rádio reacenderam seu interesse pela fé cristã com a qual ela havia crescido.

Sarah conta que “não estava procurando por Deus na época” e que aquele encontro com a Palavra de Deus veio como uma surpresa completa, pois ela acreditava que era “indigna de amor por causa do meu pecado”.

Ela diz que no início tentou ser uma cristã gay, crescendo em sua fé redescoberta, mantendo seu relacionamento homossexual, mas enquanto estudava mais a Bíblia, ela se convenceu de que o projeto de Deus para relacionamentos era entre um homem e uma mulher.

“Eu olhei para tudo que o homem tem a dizer”, disse ela, explicando que depois de orar sobre o assunto ao longo do tempo, ela se tornou cada vez mais convencida de que, para ser cristã, “precisava ser obediente”.

Embora tenha sido “muito difícil”, ela terminou o relacionamento com a parceira.

“Eu dei a minha vida a Jesus e isso foi incrível, foi como um peso tirado e eu só sabia que tinha feito a coisa certa”, testemunha.

Após sua conversão, ela está incentivando as pessoas atualmente em um relacionamento do mesmo sexo para “buscar a Deus”, “ler sua palavra” e “orar a ele”.

“Jesus te ajuda a vencer a tentação” e quando chegamos a ele e dizemos ‘esta é a minha luta’, é bom Deus te ver através disso”, disse Sarah, que testemunha que em Jesus “há esperança”.

Da Redação: Visão Cristã
Com informação do
Ministerio Engel

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comentários do Facebook