Declaração de Direitos do Homem completa 70 anos

Graças aos horrores da 2ª Guerra Mundial, foi lançada a Declaração Universal dos Direitos do Homem, consagrando os Direitos Fundamentais do Homem, oriundos do Direito Natural


Em 10 de dezembro de 1948, a Comunidade Internacional reunida pela recém-criada ONU, organização intergovernamental concebida após os horrores da 2ª Guerra Mundial, lançou a Declaração Universal dos Direitos do Homem, consagrando os Direitos Fundamentais do Homem, oriundos do Direito Natural.

Assine o Blesss

Hoje, comemora-se os 70 anos da Declaração, que consigna um inarredável compromisso moral das Nações signatárias com a dignidade humana. Isto posto, em tempos de relativismo moral e consequente relativismo de valores como a Vida e a Dignidade da Pessoa Humana, é necessário reafirmar este compromisso frente às inúmeras complexidades apresentadas pelo mundo hodierno.

Como nos ensinava Jacques Maritain, um dos autores da DUDH:

“O individualismo e os prazeres não podem ser mais o seu [democracia] objetivo principal. Que nos lembremos e resgatemos os valores estabelecidos, os princípios apresentados e o fundamento axiológico de diversos textos constitucionais ali contidos, para a continuação do desenvolvimento ético, moral e virtuoso da nossa civilização.

Por:Gomes Silva
Redação:Visão Cristã
Fonte: Facebook do Instituto 



DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comentários do Facebook