Jerusalém sofre com onda de ataques de palestinos

Há mais de dez dias Israel vem sendo assolada por ataques de armas brancas que estão gerando mortes e deixando feridos. Hoje (13), tornou-se o dia mais violento em Jerusalém desde o início da escalada de confrontos que iniciou em 1° de outubro.

Três pessoas morreram e várias ficaram feridas na manhã desta terça-feira em dois ataques em Jerusalém, um deles com arma de fogo em um ônibus. Esta foi a primeira vez que os criminosos abriram fogo em um transporte público.

Assine o Blesss

Dois indivíduos atiraram contra um ônibus na Jerusalém Oriental. Segundo testemunhas, um dos criminosos utilizou um revólver e o outro uma faca. O ataque matou um senhor de 60 anos e deixou quatro pessoas feridas. Os dois criminosos foram mortos no confronto com a polícia, confirmou a assessoria de imprensa da segurança local.

Em outro caso, um homem avançou com um veículo contra um ponto de ônibus, em um bairro judeu ultraortodoxo. Após bater no local, o motorista do veículo saiu do carro com uma arma branca e tentou esfaquear os pedestres que estavam no local. Após ser controlado, o motorista foi detido e preso. Segundo a polícia, uma pessoa morreu e outra ficou ferida.

Antes dos ataques, em Raanana, ao norte de Tel Aviv, um palestino agrediu com uma arma branca um pedestre, mas foi controlado pelas pessoas no local.

Esta onda de violência contra os civis de Israel tem causado medo e temor na população. Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, convocou uma reunião em caráter de urgência com seu gabinete de ministros para analisar a situação.

 

Por Ediva Costa

Imagem:  Majdi Mohammed/AP

 

Comentários do Facebook