Ortodoxia Humilde – Joshua Harris | Resenha Escriturando

Alguns de nós desejam tanto parecer humildes que toda nossa fidelidade bíblica acaba vazando
Resenha do livro Ortodoxia Humilde, de Joshua Harris, publicado pela Vida Nova

Resenha do livro Ortodoxia Humilde, de Joshua Harris, publicado pela Editora Vida Nova

Falar deste livro é um prazer imenso pois, ele nos traz um assunto extremamente importante e que não pode ser dissociado que é: Ortodoxia e humilde. O livro nos mostra a necessidade de sermos ortodoxos e ao mesmo tempo humildes, este pequeno livro me impactou muito e creio que impactará você também!
No capítulo 1 o autor traz um título definido como: Sua atitude é importante. Nos mostrando justamente que essas duas palavrinhas precisam andar lado a lado até o fim, nos mostra o quanto não podemos negociar às verdades do evangelho, às verdades de Deus e o quanto precisamos ser compassivos e amorosos.
Ainda no capítulo 1 o autor trará alguns erros comuns de pessoas ou ortodoxas acima do limite ou pessoas humildes demais. O primeiro ponto é a: ORTODOXIA ARROGANTE; onde o cristão é extremamente ortodoxo porém usa essa ortodoxia de maneira errada sendo antipático, rude, soberbo e arrogante. “Aprendemos a repreender como Jesus, mas não a amar como Jesus”. Logo em seguida vemos a: HETERODOXIA HUMILDE; Que é o inverso da ortodoxia arrogante ou seja; A pessoa é extremamente humilde porém não é ortodoxa e pouco se importa com a ortodoxia. Esta pessoa abandona algumas crenças cristãs. ” Alguns de nós desejam tanto parecer humildes que toda nossa fidelidade bíblica acaba vazando”. Este primeiro capítulo com certeza lhe fará refletir sobre algum desses pontos. Será que estamos caindo em algum desses erros?

“Uma pessoa pode estar certa e ser humilde ao mesmo tempo”

Precisamos de ortodoxia e humilde!
Já no capítulo 2 entitulado como: Com lágrimas nos olhos, o autor fala em pregarmos a verdade com humildade e compaixão.

Precisamos ser ortodoxos e humildes!

“Em vez de menosprezar os não ortodoxos, por que não guiá-los humildemente em direção à mesma verdade vivificante que mudou nossa vida”. Precisamos ser vasos de misericórdia pois, a graça de Deus nos alcançou. Sem misericórdia, humildade e compaixão seremos como fariseus e usaremos a verdade pra açoitar outras pessoas. Outro tópico importante dentro deste segundo capítulo é o minúsculo reino do ego, onde os cristãos querem construir seus próprios reinos através da sua arrogância em vez de ficar ao lado do reino de Deus. O que acontece aqui é que muitos cristãos só se preocupam com si, e já não falam mas da verdade de Deus, mas de sua própria verdade.

No Capítulo 3 O arrependimento começa por mim; Vemos o autor abordar este tema: Arrependimento; onde antes de criticar o erro do irmão precisamos nos arrepender dos nossos próprios erros e pecados.

Precisamos todos os dias de nossa vida nos arrepender pelos nossos pecados.

Assine o Blesss

O autor fala que é fácil criticarmos pregadores da teologia da prosperidade, mas e nós que por muitas vezes colocamos os prazeres materiais na frente do: ” negue-se a si mesmo tome a sua cruz e siga”. Onde nos importamos mais com bênçãos do que com Deus.

Por fim no capítulo 4 Vivendo pela aprovação de Deus. Nos traz algo que é extremamente importante para nós. Vivemos para agradar quem? Buscamos aprovação de quem de Deus ou dos homens? Muitas pessoas buscam ser ortodoxas e humildes para agradar pessoas e não a Deus, e isso é extremamente errado. O autor fala que nosso objetivo tem que ser agradar a Deus. Por falarmos a verdade seremos tidos pelas pessoas que não creem no evangelho como; caretas, loucos e fanáticos, seremos perseguidos por causa da verdade.Isso é evangelho! E para finalizar o autor noz mostra a importância de manejar bem a palavra de Deus.

Bem este livro traz muito mais, um livro que todo cristão deve ler. Recomendo a todos. Assim como esse livro me edificou creio que vai te edificar também.

Escriturando é uma página de conteúdo Literário cristão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comentários do Facebook