Tragédia no meio evangélico: Mais um pastor comete suicídio

De acordo com as informações vindas da América, Jim Howard enfrentava uma batalha há vários anos contra uma doença mental.

O pastor Jim Howard cometeu suicídio depois de uma longa batalha contra problema mental [

Mais um líder cristão comete suicídio. Trata-se de Jim Howard, pastor líder do campus Valência da Real Life Church na Califórnia, nos Estados Unidos. Ele cometeu suicídio na quarta-feira (23/01), utilizando uma arma de fogo. O trágico acontecimento abalou a comunidade evangélica dos EUA, principalmente dos seis mil membros da igreja da qual ele fazia parte.

De acordo com as informações vindas da América, Jim Howard enfrentava uma batalha há vários anos contra uma doença mental.

Assine o Blesss

A notícia foi divulgada pela página do Facebook da igreja e assinada pelo pastor líder Rusty George. “É com o coração pesado que confirmo que sofremos uma perda trágica em nossa equipe da igreja esta semana. Na quarta-feira, 23 de janeiro de 2019, Jim Howard, um pastor amado aqui na RLC, tirou a própria vida”.

O comunicado continua relatando a personalidade de Jim Howard. “Como todos nós que conhecemos Jim podemos atestar, ele era um homem maravilhoso com um profundo amor por Jesus e uma paixão por compartilhar a graça de Deus com qualquer um que conhecesse. Ele também foi um furacão de energia, sempre procurando novos desafios e oportunidades para ministrar aos outros”, disse George.

Em sua declaração, que foi feita na quinta-feira (24), o pastor George observou que Howard estava lutando contra a doença mental – sem declarar qual seria – por um tempo e até havia falado publicamente sobre sua luta contra ela. Ele disse ainda que durante os cultos abordaria sobre essa “tragédia e a crise mais ampla de suicídio nos Estados Unidos”.

O pastor conta que Jim muitas vezes sofreu com desafios de saúde mental sozinho, mas que em outros momentos falou sobre o assunto. “Em alguns momentos ele bravamente discutiu em público – e estava lutando com algumas questões pessoais nos últimos meses. Esta semana ele tomou a trágica decisão de acabar com sua dor. Sua falta será profundamente sentida por sua família, amigos, pela família RLC e por todos aqueles que foram abençoados em conhecê-lo”, disse o líder da denominação à qual Jim serviu por três anos.

Ajuda

O pastor George instou os membros da igreja que estão lutando e precisam de ajuda nessa área para que procurem a igreja. Em anúncio recente a RCL faz um chamado nesse sentido: “Suicídio é um assunto que afetou muitos de nós e queremos apoiar você.Se algum membro de nossa comunidade estiver lutando com pensamentos suicidas ou conhecer alguém que tirou sua vida, temos um lugar seguro para você receber oração e ou conversar com alguém”.

A igreja diz ainda que embora haja um período em que as pessoas possam procurá-la, quem precisar desse atendimento o terá “a qualquer momento que seja conveniente para você”.

O caso de Jim Howard fez ainda com que a Fundação Jared Monroe, uma organização sem fins lucrativos da Califórnia que se dedica a promover a conscientização, compreensão e o apoio ao Transtorno Bipolar, também estimulasse aqueles que sofrem na sequência do suicídio do pastor.

“Nossas sinceras condolências à família do pastor Jim Howard, amigos e família RLC. Os desafios de saúde mental afetam TODOS. Não sofra sozinho. Estenda sua a mão se você precisar conversar. Você não precisa sofrer sozinho”, disse a fundação em um comunicado na sexta-feira.

Dedicação

Outros membros da comunidade de Valência, que conheciam Howard, também compartilharam sua dor por sua morte e relembraram sua dedicação aos outros.

“Jim era apaixonado pela nossa região. Nós trabalhamos juntos na vigília à pelas vítimas dos tiroteios de Santa Clarita em Las Vegas, bem como em muitos eventos na Real Life Church. Nossos pensamentos e orações vão para sua família e todos que ele tocou. Ele fará falta”, disse o dono da rádio KHTS, Carl Goldman.

Alto índice

Jim Howard não é o primeiro pastor de megaigreja na Califórnia a cometer suicídio nos últimos meses. No ano passado, o pastor da Inland Hills, Andrew Stoecklein, tirou sua vida, deixando esposa e três filhos pequenos.

O professor da Regent University e pastor da Igreja Red, Dr. Jayce O’Neal, disse à CBN News que os pastores não estão imunes a doenças mentais. “Os pastores são humanos e têm problemas como todos os outros. Eles lutam com inseguranças; eles lutam com seus próprios erros”.

Segundo dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, a taxa de suicídio dos Estados Unidos subiu 33% entre 1999 e 2017. Os norte-americanos estão se matando como nunca antes, o suicídio está contribuindo para o declínio geral da expectativa de vida nos EUA.

O suicídio é a décima principal causa de morte na América e alguns a chamam de crise nacional de saúde.

Da Redação: Visão Cristã
Com informação da Guiame.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comentários do Facebook